Ir para o conteúdo Ir para rodapé

INICIAÇÃO À VIDA

Autor:Maria Elisa Flora

20.00

Informação adicional

Peso 550 g
ISBN

989-95077-3-3

Ano

2006

Edição

1

Idioma

Formato

215×215

Encadernação

Capa dura

N. Pág.

97

Colecção

REF: 71 Categorias: , ID do produto: 23128
Partilhe:

2ª. Edição 2010
Este é o primeiro livro para crianças editado pelas Publicações Maitreya.

Nesta obra pretende-se chamar a atenção da criança para o Ser, valorizando o Amor e preparando-a para este tempo, em que já existem tantas crianças especiais.

Aqui se transmitem também algumas “dicas” para ajudar a resolver pequenos contratempos do dia-a-dia.

No final do livro, a extensa Bibliografia referenciada, é um excelente auxiliar para os pais destas crianças que tanto necessitam de uma boa orientação, em vez de serem enviadas logo para consultas de psiquiatria…

Em 2007 este livro foi submetido a concurso mundial através da Fondation Espace Enfants, que se realiza de dois em dois anos. Depois de apurados os melhores 2000, ficou seleccionado entre os 10 primeiros, para o “prémio especial do livro que cada criança deveria poder oferecer aos seus pais”

As crianças participavam de todas as tarefas naquele lar, pois era a melhor maneira de aprenderem a amar e respeitar tudo quanto possuíam, ao mesmo tempo que cresciam também neles, sentimentos de altruísmo, de gratidão e de partilha. Num daqueles momentos, a Mãe reparou que o João prestava mais atencão às flores que estavam quase a abrir, mas não ousou interrompê-lo. O rosto do João irradiava serenidade, gratidão e ternura e, num sussuro, a Mãe ouviu-o agradecer aos Espíritos da Natureza o trabalho incessante que tinham para que os seres humanos pudessem desfrutar da beleza de tantas flores…
Apercebendo-se da presença da Mãe, o João disse baixinho, como não os querendo perturbar:
– Eles trabalham tanto, Mãezinha! São tão brilhantes, tão bonitos!
A mãe pegou no João ao colo e os dois pareciam apenas um, tal o envolvimento daquele abraço e assim ficaram, perdendo momentâneamente a noção do tempo… Num flash de memória, Mariana recordou aquele domingo, ao amanhecer, quando o João foi deitar-se entre ela e o José e lhes contava coisas maravilhosas que iriam acontecer no futuro, em que ele iria trabalhar quando fosse grande e como a espiritualidade das pessoas iria evoluir através do seu impulso… o Pai dizia-lhe que ele tinha sonhado muito nessa noite e Ele, abraçando os dois, dizia baixinho: não foi sonho, papá, sonho é outra coisa!…
– – – – – – – —
O João explicou aos meninos como são os Seres que viu. Ele é um menino bem-educado e por isso cumprimenta sempre, não só as pessoas conhecidas, mas também os Seres que existem em todos os lugares onde vai.
Estes Seres, explica o João, chamam-se Devas ou Espíritos da Natureza. A sua missão é ajudar todas as ervas, as flores, as árvores, os frutos, enfim, tudo o que existe, a crescer e a desenvolver-se. Cada um destes Seres tem missões específicas, que executa na perfeição, para ajudar cada ervinha a crescer, por mais pequenina que seja. Como vêem, não são só as pessoas que têm deveres para fazer! Nós também já ajudamos os Pais ainda há pouco, não foi? Vocês sabiam que há também Seres na água, no ar, no fogo e na terra? Chamam-se Elementais, dizia o João, feliz, por poder falar de Seres tão importantes aos seus amiguinhos. Todos eles têm muitas tarefas para cumprir e, por isso, trabalham muito.
– Que bonito deve ser o que tu vês! Vais ter que nos contar tudo isso, disseram os meninos, colegas do João. Assim, vamos aprender muito mais coisas e, quem sabe, pode ser que algum dia, também sejamos capazes de os ver, como tu!
– Está bem, disse o João, muito feliz, por poder partilhar com os outros meninos as coisas maravilhosas que observa. Assim já não comenta apenas com os Pais e com a mana e pode ser que ao saberem destas coisas, as pessoas comecem a respeitar mais a Natureza. É muito bom saber que existem tantos Seres a trabalhar para que possamos ter jardins tão bonitos. E não só jardins! Se não fossem eles, nós não tínhamos este lugar tão agradável para nos juntarmos neste pic-nic, nem o ar assim tão puro, para respirarmos. Nem podíamos viver, porque os alimentos criam-se nos campos, também com a ajuda dos elementais!

Propositadamente este livro não tem índice.
No final, inclui-se a bibliografia consultada.
O livro termina com 8 páginas em papel reciclado, com desenhos para as crianças coloriram.

Com linguagem simples, de criança, aqui se abordam temas como a evolução e a essência do Amor a tudo quanto existe.