Ir para o conteúdo Ir para rodapé

MÃE ISAURA – O milagre do amor

Autor:Teixeira, Elmira Maria

17.00

Informação adicional

Peso 350 g
ISBN

978-989-8147-37-0

Ano

2011

Edição

1

Idioma

Formato

145×210

Encadernação

Cartonada

N. Pág.

240

Colecção

REF: 607 Categorias: , , ID do produto: 23440
Partilhe:

PREFÁCIOS DE: DULCE REGINA e MARIA FLÁVIA DE MONSARAZ

DEDICATÓRIA
Dedico este livro à minha Fada chamada Isaura, a minha avó materna, o primeiro, o mais maravilhoso dos Mestres, com que Deus, na Terra, me brindou.
Doce mãe, estrela – guia, pérola deste mundo desaparecida, mas nunca esquecida!

Mãe Isaura,
que todo o Céu te bendiga
por tudo o que semeaste;
seguraste o meu arado
à tua estrela,
e, das misérias do mundo,
tu me salvaste.

Sim, eu sei,
que daí dos Céus,
onde agora habitas,
seguraste o meu arado
à tua estrela;
e as Alturas
do mundo de Deus
tu me revelaste!…

A tua neta

INTRODUÇÃO

Crianças índigo, cristal, luzes no mundo…, sempre aqui estiveram, neste nosso planeta Terra. Seres que podem ser facilmente reconhecidos pelo seu porte real, pela nobreza de carácter, pela humildade, pela Luz, Amor e Alegria que deles emana. São Seres de Luz, portadores da Chama Divina, que devem conservar.
Ao debruçar¬ me sobre a tua vida, Mãe Isaura, e sobre a vida de outros autênticos «Anjos na Terra», dou¬ me conta de que, pelo Amor Incondicional, e pelo brilho do olhar, vós fostes os «garimpeiros» da Idade do Ouro, «os sinais reveladores do Terceiro Milénio».
E, porque Deus me deu o dom de escrever, e fui testemunha do Amor, da Fé, da Alegria e da Justiça Divina, só me cumprirei, e ao Destino que com os Céus acertei, se falar disso, do jeito que eu sei…
Continuo a referenciar os Mestres, porque sei, também, que me cumpre ser uma ´ponte` entre o hoje e o amanhã, entre a Terra e o Céu…
Saúdo em ti, Mãe Isaura, todos vós, os «tarefeiros», e agradeço o «imenso carinho» com que me saudaram, em 9 de Setembro de 1995, pela «caneta» da Dra. Sónia Rinaldi, quando me autografou «Transcomunicação Instrumental»:

«Para Elmira, com imenso carinho dos tarefeiros…»
– Quem são eles? Perguntei.
¬ «Você vai saber…» ¬– respondeu. Na altura não entendi, começo a vislumbrar…

«Os portões de um novo Reino se vão franqueando para vós, para vós que haveis batido, pedindo entrada.»
Cristo Maitreya

«Vai Aonde Te Leva o Coração»

Eu tive um sonho…
Quando li aquele livro lindíssimo da Susana Tamaro – uma avó dizendo à sua neta para seguir apenas os ditames do seu coração – tive uma infinita pena de, tendo uma avó como tu, não saber como é que seria capaz de escrever¬ lhe um livro, um livro lindo, um livro em que eu não te deixaria morrer, que te eternizasse, porque tu eras Amor, e o Amor não morre, o Amor permanece, tal como já o disse o Apóstolo São Paulo, há 2 000 anos atrás!
«O Amor é a raiz de tudo o que floresce.»
E, um dia, uma frase, num filme, «tocou¬ me», obrigou¬ me a dar asas ao sonho, pois tinha tudo a ver com o que há muito sonhava: escrever. Dizia assim:
«Escreve. Conta. Para que as pessoas possam aproveitar a oportunidade que lhes foi dada.»
Penso que o meu Anjo da Guarda – Nº 66 Manakel – «Deus que mantém e secunda todas as coisas» ¬–, cuja essência é «Conhecimento do Bem e do Mal» ¬–, captou esse meu desejo, falou com o meu Arcanjo São Gabriel, O Mensageiro, e Eles, mais os Mestres Poetas, certamente com a bênção de Lamorae, o Deus da Harmonia, e de Babaji, o Cristo – Iogue que protege os poetas e profetas do Oriente e do Ocidente, ajudaram a «cozinhar» a coisa!
Saiu mais em jeito de poesia, que Eles influenciam e inspiram… E vai daí, aproveitaram a minha alma.

«O grande livro do Amor está escrito nas páginas da tua Vida. Reescreve¬ o, apenas.»
– «disse¬ me», um dia, a «Voz»!

Minha Santa Avó, eu quero dar¬ te a «beber» aos netos, bisnetos e gerações vindouras, que não tiveram nem a dádiva, nem a felicidade de o fazer, aqueles a quem a Vida não deu oportunidade de, em Vida, te conhecer. Mas que são, também eles, herdeiros de uma enorme fortuna: a herança espiritual, a energia divina que de ti brotava, que de ti emanava e que está em nós manifesta e condensada. Assim saibamos aproveitar.
Tu sabes, eu reivindico a minha parte, bem mais valiosa que o material, porque ela é a minha âncora que ilumina os abismos, sem a qual andaria à deriva, talvez sem nunca encontrar um porto seguro…
Mãe Isaura, Mestre, Alma Amada, com o fogo do teu imenso Amor eu quero ser «A Menina dos Fósforos»!

ÍNDICE

Prefácios
Dedicatória.
Introdução

Capítulo I
Hino À Mãe Isaura
Meu coração se alegra
Prece a Jesus e à Mãe
Uma Fada chamada Isaura
Saudades de ti
Uma açucena no peito
Secaram as fontes
A partida
Prece
O Anjo HAHAHEL 41 exorta!
Riqueza divina
Louvado sejas, Senhor
Farol na noite
O sermão da montanha

Capítulo II
Entre Poetas e Anjos
Não Sei Mas Sei!
Anjo n° 51 Hahasiah – Deus Oculto
Essência dispensada: .Medicina Universal» / «Pedra Filosofal»
Anjo Incolor
Tempo de Poesia
Voz Activa
O Sol do Oriente
Na minha terra
O cais dos poetas
Criança que nasces hoje
BEM VINDA, Fátima Andreia
COM AMOR, ao meu Padrinho, o Zézinho
COM AMOR, para ti, José Manuel, companheiro desta e de outras vidas

Capítulo lII
«I Have a Dream…» «Eu Tenho Um Sonho …»
Um mundo feito arena
O Caminho
Leão de Deus
Deus religião
Os caminhantes
Os arquétipos
O sonho
«Soa a hora!»
«Um sonho …»
O mais triste da vida
Eu vou ancorar
.
Capitulo IV
Folhas soltas
Sonho de amar
«Eu quero amar o amor»
O caminho
Nas ruas da minha cidade
COM AMOR, ao meu amigo Nefetali: Gratidão, simplesmente
«Escreve!»
COM AMOR, para a Fátima Andreia
Cartas à Mãe Isaura
A Menina dos Fósforos»
A voz do silêncio
Recriar o Éden
Anjos do destino
A morte
Curar a alma

Capitulo V
A nossa herança
COM AMOR, para o Pai Tó
COM AMOR, ao meu irmão José Manuel
«Eu tenho um sonho »
COM AMOR, a todos os meus irmãos, em laços de sangue
A Herança
Profecia

Capítulo VI
Novos seres para uma nova esperança»
Seres de Luz: Índigo, Cristal
Os «Recados»
Os Dons de Deus
A luta com a besta e com o anjo
Mensagem do Anjo:
«Um simples verso»

Bibliografia