Ir para o conteúdo Ir para rodapé

PENSAMENTOS QUOTIDIANOS 2009

Autor:Aïvanhov, Omraam Mikhaël

12.47

Informação adicional

Peso 240 g
Ano

2009

Edição

1

Idioma

Formato

10X16

Encadernação

Cartonada

N. Pág.

376

Colecção

REF: 487 Categorias: , , ID do produto: 23371
Partilhe:

O Mestre Omraam Mikhaêl Aivanhov (1900-1986), filósofo e pedagogo de origem búlgara, foi para França em 1937. Embora a sua obra aborde os múltiplos aspectos da ciência iniciática, ele precisa: «Cada um deve trabalhar para o seu próprio desenvolvimento, na condição de não o fazer unicamente para si próprio, mas para o bem da colectividade. Nesse momento, a colectividade torna-se uma fraternidade. Uma fraternidade é uma colectividade onde reina uma verdadeira coesão, porque, ao trabalhar para si mesmo, cada indivíduo trabalha também, conscientemente, para o bem de todos.»

13 de Julho: Só é necessário fazer tantas leis para reger as relações entre os humanos porque eles ainda não são habitados pelo amor. Quando eles souberem o que é o verdadeiro amor, quando eles viverem nesse amor, já não será necessário essas leis virem lembrar-lhes o que podem fazer ou não, eles fá-lo-ão, pois descobrirão espontaneamente como se harmonizar uns com os outros.
O amor é a única força que organiza as coisas, que as faz crescer e florir. Quando o amor entra numa família, numa comunidade, numa sociedade, já não é necessário dizer: «Fazei isto, pois, se não o fizerdes, ai de vós!». Todos executam a sua tarefa com prazer. Onde o amor entrou, a lei já não tem lugar.